-

Aba 1

Postado em 24 de Maio de 2019 às 17h27

Constituição, alteração e baixa de empresa agora requer certificado digital e-CPF

A Jucesc digital já está aceitando certificado A1 e A3

Cumprindo a Inscrição Normativa DREI 57, de 26 de março de 2019, a Junta Comercial do Estado de Santa Catarina (JUCESC) já está aceitando o certificado A1.

Além da facilidade, o certificado digital e-CPF A1 tem validade de 12 meses, armazenado diretamente no computador ou no dispositivo móvel e não depende de cartões ou tokens para seu uso. Por se tratar de certificado ICP-Brasil, permite também sua identificação e autenticação no mundo digital com segurança.

A Jucesc é uma das primeiras juntas comerciais do Brasil a aceitar, além do certificado A3, este recente formato de certificação digital, A1.

Agora é para valer, o certificado A1 já está em pleno funcionamento. Por isso estamos certificando a todos: A1 já é realidade em Santa Catarina.

O certificado digital e-CPF será necessário a todos os sócios para constituição, alteração e baixa das sociedades. Para os empresários individuais, por enquanto, apenas a baixa da empresa não exige o certificado digital. Outra exigibilidade é quanto aos livros contábeis que também precisarão serem assinados via certificado digital e-CPF.

Fonte: JUCESC.

Veja também

Será que a sua empresa pode fazer distribuição de lucros?27/07/18 Em quais casos pode haver distribuição de lucros e quais as suas vedações. A distribuição de lucros é uma das maneiras possíveis de se remunerar os sócios de uma empresa, neste caso, com base no lucro líquido apurado. É no contrato social que é estabelecida qual a porcentagem de lucro que cada um vai receber. Também......
IMPOSTO DE RENDA 2020: FIQUE LIGADO25/02/20 Começa na próxima segunda-feira 02/03/2020 o prazo para declarar o Imposto de Renda 2020. Você poderá entregar a declaração até 30 de abril. É obrigado a declarar o IR quem recebeu um total de rendimentos tributáveis (salário, bônus na empresa etc) igual ou......
Mais de 716 mil empresas podem ser excluídas do Simples Nacional21/09/18 Os débitos tributários chegam a R$ 19,5 bilhões, segundo a Receita A Receita Federal informou nesta semana que foram notificadas 716.948 microempresas e empresas de pequeno porte que podem ser excluídas do Regime Especial......

Voltar para Notícias